Restauro da Casa do Grito

1955

A Casa do Grito é um exemplar de arquitetura colonial localizado no interior do Parque da Independência. Seu nome foi inspirado pelo quadro Independência ou morte, de Pedro Américo. 

Ao fundo da pintura, está retratada uma casinha simples. Ao longo das décadas, o imóvel passou por diversas modificações e reformas até apresentar o aspecto atual.

Audiodescrição: Foto em preto e branco da parte de trás da Casa do Grito, no Parque da Independência.Ela tem as paredes brancas e uma área somente com tijolos, onde há uma pequena janela. Há plantas e muito mato ao redor. Ao fundo se veem muitas árvores. Fim da Audiodescrição.    
Casa do Grito, Digitalização de José Rosael. Acervo Museu Paulista da USP.     

O documento mais antigo referente à casa é datado de 1844. Pertenceu a diferentes proprietários e foi adquirida em 1911 pela família Tavares de Oliveira, que permaneceu lá até a sua desapropriação pela prefeitura em 1936.

Ficou semiabandonada até 1955, quando uma campanha realizada pela Sociedade Geográfica Brasileira e pelo jornal A Gazeta atribuiu caráter histórico à construção, a partir da constatação de que era feita de pau-a-pique.

Provavelmente por conta das comemorações do Quarto Centenário de São Paulo, lançou-se a ideia de recuperá-la para visitação pública. 

Nas obras de restauro foram incluídas uma janela falsa e diversas outras características para que a casa ficasse o mais fiel possível à representação de Pedro Américo. A partir de então, passou a ser denominada Casa do Grito. 

A Prefeitura de São Paulo disponibilizou os arquivos arquitetônicos mais recentes da Casa do Grito, que podem ser consultados nos formatos pdf e dwg. 

Atualmente, a Casa faz parte do Museu da Cidade de São Paulo, formado por 13 edificações históricas distribuídas em diferentes regiões do município. 

Audiodescrição: Planta baixa do Piso Térreo da Casa do Grito.A casa possui 11 metros e 55 centímetros de frente por 9 metros e 86 centímetros de fundo e possui oito cômodos, divididos da seguinte maneira:- Dois cômodos na frente, que se comunicam, nomeados da esquerda para a direita 1 e 2.- Três no meio, nomeados da esquerda para a direita, 3, 4 e 5.- E três atrás, nomeados da esquerda para a direita, 6, 7 e 8.O cômodo 1 possui uma janela para fora e uma porta para o cômodo 3.O cômodo 2 possui uma janela e uma porta para fora; e uma porta para o cômodo 4.O cômodo 3 possui uma janela para fora.O cômodo 4 possui uma porta para o cômodo 5 e algo que se assemelha a uma abertura para o cômodo 7.O cômodo 5 possui uma janela para fora e uma porta para o cômodo 8.O cômodo 8 possui uma porta para fora.O cômodo 7 possui uma janela e uma porta para fora; e uma porta para o cômodo 6.O cômodo 6 possui uma janela para fora.Fim da Audiodescrição.    
Planta baixa da Casa do Grito. Fonte: Site da Prefeitura de São Paulo    
Audiodescrição: Desenhos em preto e branco, com as Elevações da Casa do Grito. Há quatro desenhos.À esquerda superior há o desenho do lado da casa que possui uma janela à esquerda e uma porta à direita, nomeada Corte A A.À esquerda inferior há o desenho da parte frontal da casa que possui uma janela à esquerda e uma porta à direita, nomeada Corte B B.À direita superior há o desenho do lado da casa que possui uma porta à esquerda e uma janela à direita, nomeada Elevação Oeste.À direita inferior há o desenho da parte traseira da casa que possui uma janela no meio e uma janela à direita, nomeada Elevação Norte.Fim da Audiodescrição.    
Elevações da Casa do Grito. Fonte: Site da Prefeitura de São Paulo.     

Link interno:

Contratação do pintor Pedro Américo

0 comments

Comment
No comments avaliable.

All events in the topic HISTÓRIA DO EDIFÍCIO:


07/09/1822Independência do BrasilIndependência do Brasil
07/09/1823Monumento comemorativo da Independência Monumento comemorativo da Independência
18691875Retomada do projeto Retomada do projeto
1882Contratação de Tommaso G. Bezzi Contratação de Tommaso G. Bezzi
1888Contratação do pintor Pedro AméricoContratação do pintor Pedro Américo
1895Abertura do Museu PaulistaAbertura do Museu Paulista
19071909Construção do primeiro jardimConstrução do primeiro jardim
07/09/1922Centenário da Independência do Brasil Centenário da Independência do Brasil
1922Construção do segundo jardim
1950Abertura do porão
1955Restauro da Casa do GritoRestauro da Casa do Grito
1975Tombamento pelo CONDEPHAAT
199001/1995Reformas parciais e restauro da sanca Reformas parciais e restauro da sanca
06/12/199028/04/1991Exposição "Às margens do Ipiranga: 1890-1990"Exposição "Às margens do Ipiranga: 1890-1990"
1998Tombamento pelo IPHAN
06/200519/12/2012Antecedentes do fechamento do Museu
18851890Construção do Edifício-monumentoConstrução do Edifício-monumento