Oficinas do Caminho-de-Ferro

01/01/1861View on timeline

Inaugurado em 1861, este edifício albergou a primitiva Estação do Caminho-de-Ferro, aquando da sua abertura ao público, ligando o Barreiro a Vendas Novas.

A sua imponência mantém as características originais à data da construção.

A fachada principal com 65 metros de largura é rasgada por dezasseis vãos de janelas, portas e três portões. Ostenta no frontão, em forma triangular, um relógio de grandes dimensões.

O acesso processa-se através de larga escadaria em cantaria que desemboca num terraço guarnecido com grade de ferro fundido.

O desembarque dos passageiros fazia-se na gare, de 32 metros de largura e 67 de comprimento. Possuía cobertura em vidro e ferro galvanizado

Após o desembarque os passageiros tinham de caminhar cerca de 2 quilómetros, por extenso areal, até ao Bico do Mexilhoeiro, o que acarretava incómodos e suscitava protestos. A situação só foi alterada com a abertura da nova gare ferro-fluvial Sul e Sueste em 1884.

0 comments

Comment

No comments avaliable.

Author

Info

Published in 17/02/2020

Updated in 19/02/2021

All events in the topic O complexo industrial:


Invalid DateIndústria Química - Companhia União FabrilIndústria Química - Companhia União Fabril
Invalid DateEstação do Caminho de Ferro Sul e SuesteEstação do Caminho de Ferro Sul e Sueste
Invalid DateOficinas do Caminho-de-FerroOficinas do Caminho-de-Ferro
Invalid DateIndústria CorticeiraIndústria Corticeira
Invalid DateBairros OperáriosBairros Operários
Invalid DateCaminho-de-Ferro