Skip to content

Estação do Caminho de Ferro Sul e Sueste

04/10/1884

A 4 de Outubro de 1884 é inaugurada a nova estação ferro-fluvial do Barreiro, projetada pelo Eng.º Miguel Pais.

Estação términus, foi dotada de um cais acessível que possibilitava o transbordo mais cómodo a pessoas e mercadorias, entre as duas margens do Tejo.

Arte e técnica conjugam-se nos elementos arquitetónicos do edifício. A fachada Poente virada ao rio, articula elementos decorativos de temática marítima e vegetalista, em estilo neomanuelino, característico do período romântico.

Na fachada Sul, de carácter mecanicista e funcional, está localizado o hangar de embarque dos passageiros. É utilizado o ferro e o vidro, transparente e colorido, materiais construtivos inovadores na época.

Em 1934 foi construída a Avenida de Sapadores que veio facilitar o acesso rodoviário ao local.

A estação sofreu obras de ampliação e remodelação em 1943.

Em 1995 é inaugurado o novo Terminal Rodo-Ferro-Fluvial do Barreiro. A antiga estação Sul e Sueste perde alguma importância, ficando remetida apenas ao transporte ferroviário.

Com as novas acessibilidades previstas, cujo nó de ligação ferroviária passará para o Pinhal Novo, o Barreiro perde de vez a importância histórica que sempre deteve no contexto do transporte ferroviário, como eixo de ligação Norte/Sul.

0 comments

Comment

No comments avaliable.

Author

Info

Published in 17/02/2020

Updated in 19/02/2021

All events in the topic O complexo industrial:


01/01/1907Indústria Química - Companhia União FabrilIndústria Química - Companhia União Fabril
04/10/1884Estação do Caminho de Ferro Sul e SuesteEstação do Caminho de Ferro Sul e Sueste
01/01/1861Oficinas do Caminho-de-FerroOficinas do Caminho-de-Ferro
01/01/1865Indústria CorticeiraIndústria Corticeira
01/01/1850Bairros OperáriosBairros Operários
01/02/1861Caminho-de-Ferro