Avanço das obras

07/202012/2020

No segundo semestre, a maior parte das tarefas de infraestrutura como escavações e contenções já tinham sido feitas. 

Uma das principais atividades desenvolvidas foi a execução da sobrecobertura no último pavimento, que receberá mais um andar com salas expositivas e uma passarela ligando as duas torres laterais à central. Os testes de pintura também se iniciam nesse momento.

A reforma do porão também é trabalhada nessa etapa. Segundo Mauro Halluli, arquiteto da FUSP, originalmente esse espaço não era habitável, servindo para a ventilação do prédio. 

Na década de 1950, esse local foi integrado ao espaço expositivo do Museu, porém não foi feito de forma correta, pois as fundações do prédio foram rompidas. No projeto de restauro, optou-se por recuperar as fundações e o espaço de ventilação do subsolo.

O projeto de restauro entende que os materiais originais têm um valor histórico e artístico e, portanto, optou-se por reaproveitá-los, tanto para atender suas funções originais, como para transformá-los em uma nova função. 

Dessa forma, foram realizadas uma série de oficinas de marcenaria, recuperação de pisos removidos, reaproveitamento de telhas de cobre e de argamassa. Na restauração, houve também a recuperação de técnicas construtivas antigas e o uso de produtos que já não estão mais disponíveis, por isso a importância do aproveitamento dos materiais encontrados na obra.

As escavações no subsolo em frente ao edifício tiveram como objetivo criar um espaço para acolhimento ao público. As estruturas foram produzidas em concreto pigmentado com óxido de ferro, cuja cor terrosa foi escolhida para simbolizar o trabalho de remoção da terra durante a construção desse local. 

A ampliação previu uma área expositiva e com auditórios, enquanto sua laje servirá como uma esplanada que dá acesso ao Museu.

Pensando nos fluxos de circulação de visitantes e em um percurso contínuo pelas salas expositivas, outra intervenção importante foi a ligação entre os torreões, que possibilitou ligações entre os espaços no interior do Edifício-Monumento. 

As salas, que antes só se comunicavam pelo corredor de acesso, agora podem ser percorridas de forma linear. Na parte superior, no torreão central, foi também construído um mirante para se ter uma ampla visão da paisagem a partir da colina do Ipiranga. 

Audiodescrição: Desenho, visto de cima, do Pavimento B do Edifício-Monumento na escala 1 por 500.À esquerda está a Ala Oeste; ao centro o Torreão Central – Ala Sul; e à direita, a Ala Leste e a Torre Leste.Cada espaço possui áreas e corredores de acesso que estão numerados conforme a tabela nomeada Ambientes nível 774 ponto 97. A legenda está no canto esquerdo inferior:1, exposição.2, patamar protegido.3, escada protegida.4, conexão barra exposição.5, circulação vertical e banheiros.6, sala da maquete.7, saguão Edifício-Monumento.8, escada monumental.9, circulação técnica.Letra E, Elevador.À direita superior está a legenda das cores que os traçados e as áreas têm:Rosa, Percurso 1, Visita das Exposições.Verde, Percurso 2, Visita das Exposições. Roxo, Percurso de saída das Exposições.Azul-claro, Salas de Introdução ou descanso.Azul-escuro, Salas Expositivas.Detalhamento dos espaços da esquerda para a direita. Ala Oeste: Aqui está a área número 6, sala da maquete, expositiva. Ela está ao lado da área 2, patamar protegido. Esta área é branca e está ao lado de uma área não nomeada, que tem o desenho de um objeto preto circular.À direita está a área 1, exposição, sala de introdução ou descanso. Seguida de um corredor que está acima, numerado 4, e é legendado como conexão e ou exposição. Abaixo do corredor há quatro áreas numeradas 1, exposição, salas expositivas.Neste espaço a um pequeno traçado verde da área 2 para uma área 1, sala de introdução ou descanso. E há um traçado rosa que circula pelas áreas 1 de exposição, 6 e pelo corredor 4, seguindo para os outros espaços. Torreão Central - Ala Sul:Acima há a área 7, que é o saguão e possui uma entrada e uma saída.Abaixo está a área 9, de circulação técnica; e a 5, de circulação vertical e banheiros. Ambas estão em branco.Neste espaço há um traçado verde que começa no Elevador; vai para a área 7; passa pela 9; e circula pela 5. Há um traçado rosa, que começa na Entrada; circula pela área 7; e segue pela Ala Oeste. E há um traçado roxo que vem da área 9 e vai para a saída. Ala Leste: Acima está o corredor, numerado 4, e é legendado como conexão e ou exposição. Abaixo, estão quatro áreas numeradas 1, exposição, salas expositivas.Neste espaço há um traçado rosa que passa pelo corredor e pelas quatro áreas.Torre Leste: Aqui está a área número 1, exposição, Salas de Introdução ou descanso. E, à direita, está outra área 1, exposição, Salas expositivas.Abaixo, está a área 2, patamar protegido. Esta área é branca e está ao lado de uma área não nomeada, que tem o desenho de um objeto circular preto.Neste espaço há um traçado rosa nas áreas 1; e um pequeno traçado verde, que vai da área 1, Salas de Introdução ou descanso; para a área 2. Fim da audiodescrição.     
Fluxo, em rosa, demonstrando os percursos no 2º pavimento do Edifício-Monumento. Fonte: Apresentação do projeto do Novo Museu do Ipiranga. Metrópole Arquitetos.  

Segundo o Relatório de Gestão 2020, cerca de 45% dos serviços avançaram no Edifício-Monumento. Já em relação às atividades de ampliação, a equipe de obras avançou 40%, mesmo com alguns ajustes que tiveram que ser feitos no projeto. 

Entre as principais intervenções, estiveram a consolidação das fundações do Edifício-Monumento, a conclusão do restauro da fachada sul, a execução de muros de contenção e fundações do edifício anexo, a conclusão do projeto expográfico, a conclusão do diagnóstico dos acervos selecionados e a finalização do restauro do quadro Independência ou morte, de Pedro Américo. 

0 comments

Comment
No comments avaliable.

Author

Info

Published in 8/09/2021

Updated in 29/11/2021

All events in the topic DUAS OBRAS EM UMA: AMPLIAÇÃO E RESTAURO DO EDIFÍCIO:


08/20132017Atividades durante fechamento do MuseuAtividades durante fechamento do Museu
07/09/20172018 Lançamento do concurso e Museu Ipiranga em Festa Lançamento do concurso e Museu Ipiranga em Festa
04/12/2017Divulgação do resultado do concursoDivulgação do resultado do concurso
03/201906/2019Desenvolvimento do projeto arquitetônicoDesenvolvimento do projeto arquitetônico
12/07/2019Formação do Comitê Gestor do Museu
09/08/2019Criação do Comitê de PatrocinadoresCriação do Comitê de Patrocinadores
09/2019Anúncio das empresas selecionadas para a execução das obras
10/2019Início do canteiro de obrasInício do canteiro de obras
31/10/2019Aprovação Iphan do Projeto de Modernização do Edifício-Monumento
2020Principais intervençõesPrincipais intervenções
01/202006/2020Obras no primeiro semestreObras no primeiro semestre
07/202012/2020Avanço das obrasAvanço das obras
01/01/2020Obras de Prospecção Arqueológica no Edifício-monumento Obras de Prospecção Arqueológica no Edifício-monumento
25/01/202026/01/2020TAPUME! Festival de GraffitiTAPUME! Festival de Graffiti
20/03/2020Pandemia do Covid-19Pandemia do Covid-19
03/2020“Diário da obra” “Diário da obra”
08/2020Entrega do anteprojeto de acessibilidade e luminotécnica pela Metrópole ArquitetosEntrega do anteprojeto de acessibilidade e luminotécnica pela Metrópole Arquitetos
23/10/202029/10/2020Aprovação pelos órgãos competentes
12/2020Observatório da obraObservatório da obra
01/202103/2021Janeiro - MarçoJaneiro - Março
04/2021AbrilAbril
05/2021Maio
06/2021Junho
07/2021Julho
08/2021Agosto
20152021Preparação para as obras e Atividades durante fechamentoPreparação para as obras e Atividades durante fechamento
05/2018Projeto selecionadoProjeto selecionado
06/201712/2017Concurso para seleção de projetos